Marília Mendonça

Graveto (Ao Vivo)

Letra Graveto (Ao Vivo) - Marília Mendonça

Vou ser sincero com você
Acho que pra mim já deu
Faz um tempin' que não sou seu


PUBLICIDAD


Até a cama percebeu
Que esfriou demais
E seu toque não traz
Não adianta pôr graveto
Na fogueira que não pega mais
Não pega mais, não pega mais

Você virou saudade aqui dentro de casa
Se eu te chamo pro colchão, você foge pra sala
E nem se importa mais saber o que eu sinto
Poucos metros quadrados, virou um labirinto

Você virou saudade aqui dentro de casa
Se eu te chamo pro colchão, você foge pra sala
E nem se importa mais saber o que eu sinto
Poucos metros quadrados, virou um labirinto

Vou ser sincero com você
Acho que pra mim já deu
Faz um tempin' que não sou seu
Até a cama percebeu
Que esfriou demais
E o seu toque não traz
Não adianta pôr graveto
Na fogueira que não pega mais
Não pega mais, não pega mais

Você virou saudade aqui dentro de casa
Se eu te chamo pro colchão, você foge pra sala
E nem se importa mais saber o que eu sinto
Poucos metros quadrados, virou um labirinto

Você virou saudade aqui dentro de casa
Se eu te chamo pro colchão, você foge pra sala
E nem se importa mais saber o que eu sinto
Poucos metros quadrados, virou um labirinto