Guilherme & Benuto

Oitava Maravilha

Letra Oitava Maravilha - Guilherme & Benuto

Eu tirar você da minha cabeça 
Bate três vezes na madeira 
Não fala isso nem de brincadeira 
Quero crise só de riso 
Guerra só de travesseiro 
E mesmo assim 
Eu vou me render primeiro 

Não sobrou amor pra mais ninguém 
Minha oitava maravilha 
Joia rara e exclusiva 
E ainda beija bem 

Vou me apaixonar por outra 
O dia que chover pra cima 
Quando o sol não iluminar 
E o ferro não colar no imã 

Vou me apaixonar por outra 
Quando a terra não girar 
O sal do mar ficar doce 
Um raio cair duas vezes no mesmo lugar